Connect with us

CELEBRIDADES

14 feitos de Ronaldo que Messi pode nunca conseguir igualar

 

Cristiano Ronaldo e Lionel Messi já deram provas suficientes de que vão, para sempre, ter um lugar na história do futebol. Dois futebolistas que ao longo dos últimos anos têm dominado as atenções, mas que apresentam bastantes diferenças entre si.Os prémios que ambos conquistaram são inúmeros, tanto coletivos como individuais, mas há alguns que Lionel Messi dificilmente conseguirá alcançar. O facto de representar o Barcelona em toda a sua carreira, enquanto CR7 já trocou várias vezes de clube ajuda a explicar este facto. Mas não só…

Fique com a lista dos 14 feitos de Ronaldo que Messi pode nunca conseguir igualar

  1. Vencer um campeonato em três das cinco principais ligas europeias.
  2. Ser eleito o melhor jogador em três países diferentes.
  3. Vencer a Bola de Ouro ou o prémio Jogador do Ano da FIFA em duas ligas diferentes.
  4. Ser o primeiro jogador a vencer a Bota de Ouro em duas ligas diferentes.
  5. Vencer a Liga dos Campeões em duas equipas diferentes.
  6. Ser o melhor marcador da Liga dos Campeões em seis épocas consecutivas.
  7. Vencer o prémio de melhor em campo na final da Liga dos Campeões.
  8. Vencer a Liga dos Campeões em três temporadas consecutivas.
  9. Conquistar um troféu internacional pelo seu país.
  10. Mais golos marcados pela seleção num ano civil.
  11. Marcar um hat-trick num Campeonato do Mundo.
  12. Marcar 60 ou mais golos em quatro anos civis consecutivos.
  13. Único jogador a marcar 50 ou mais golos em cinco temporadas consecutivas nas cinco principais ligas.
  14. Primeiro jogador a conquistar todos os troféus coletivos e individuais em dois clubes diferentes.

Entretanto é Importante lembrar que depois de Cr7 se mudar para Italia, Cristiano Ronaldo desafiou Lionel Messi a continuar a rivalidade entre ambos em Itália mas o argentino garantiu na entrevista ao jornal ‘Marca’ que está bem no Barcelona.

“Não necessito de nenhuma mudança, estou na melhor equipa do Mundo. Os meus objetivos renovam-se de ano para ano. Não preciso de mudar de equipa ou de liga para fixar as minhas metas. Estou na minha casa, no melhor clube do Mundo e não tenho necessidade de mudar.”

Títulos de Ronaldo e Messi

No geral, o atacante português já conquistou 30 títulos ao longo de sua carreira. Ele conquistou mais da metade de seus títulos no Real Madrid, conquistando 16 troféus em nove anos em Santiago Bernabeu. O seu troféu em Madrid levou-o a erguer quatro ligas dos Campeões da UEFA, dois títulos da Liga, duas Copas, duas Supercopas da Espanha, três Copas do Mundo de Clubes da FIFA e três Supercopas da UEFA.

Além disso, ele também ganhou 10 troféus durante seus seis anos no Manchester United – uma Liga dos Campeões, três títulos da Premier League, uma Copa da Inglaterra, duas Copas da Liga Inglesas, uma Copa do Mundo de Clubes da FIFA e duas FA Community Shields.

Além disso, Ronaldo ergueu a Supertaça Portuguesa no início da sua carreira no Sporting, apesar de estar apenas sentado no banco em 2002.

Messi, no entanto, conquistou quatro troféus a mais do que Ronaldo e ainda pode adicionar mais dois nesta temporada, com o FC Barcelona ainda perseguindo o triplo em 2018/19.

Até o momento, o argentino conquistou 10 títulos da La Liga, oito Supercopa de España, seis Copa del Reys, quatro troféus da Liga dos Campeões, três Copas do Mundo de Clubes da FIFA e três Supercopas da UEFA.

O jogador de 31 anos ainda não conquistou um troféu sénior com a sua selecção nacional, enquanto Ronaldo venceu o Campeonato da Europa 2016 com Portugal.

Messi venceu a Copa do Mundo Sub-20 da FIFA em 2005. Bem como uma medalha de ouro olímpica em 2008, mas ambos não contam como troféus em sua carreira sênior.

Veja também Cristiano Ronaldo e a marca dos 600 gols

Referências:
Notícias ao Minuto
https://www.soccerladuma.co.za/news/articles/international/categories/messi-ronaldo-neymar-watch-1/cristiano-ronaldo-30-lionel-messi-34/653426

 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CELEBRIDADES

15 Maiores Sálarios do Campeonato Inglês 2020

A Premier Leaque é considerada por muitos como o melhor campeonato do mundo, entretanto, preparamos abaixo a lista dos 15 maiores salários do futebol inglês em 2020.

O Campeonato inglês de futebol profissional é sem sombras de dúvidas a Liga mais competitiva da Europa. Com super estrelas e salários milionários, grandes contratações e vendas. Clubes que geram então grandes receitas por meio de negócios super rentáveis com grandes marcas bem como por meio de negócios milionários na TV sobretudo vendendo direitos de transmissão dos seus jogos na televisão.

Dados da O ‘Sportrac’.

Vamos sem mais demora ver então quem são os jogadores que detêm os maiores salários do futebol inglês em 2020:

15 Maiores Sálarios do Campeonato Inglês 2020

15 Maiores Sálarios do Campeonato Inglês 2020

 

15 – Harry Maguire (Manchester United) – Salário: 10 milhões de euros anuais.

O jogador Harry MAguire ganha anualmente estes valores, jogando então na posição de Zagueiro.

14 – Virgil van Dijk (Liverpool) – Salário: 10,1 milhões de euros a cada por ano.

O jogador Virgil Van Dijk recebe um salário anual de 10,1 milhóes de Euros, como Zagueiro do Chelsea.

 

13 – Roberto Firmino (Liverpool) – Salário: 11 milhões de euros por ano

Anualmente o jogador Roberto Firmino ganha 11 milhões de Euros, Jogando na posição de avançado.

 

12 – Alexandre Lacazette (Arsenal) – Salário: 11,1 milhões de euros por ano

O salário anual de Alexandre Lacazette é de 11 milhões de Euros. Entretanto Alexandre joga na posição de atacante.

 

11 – Tanguy Ndombele (Tottenham) – Salário: 12,3 milhões de euros por ano

O salário anual de Tanguy Ndobele é de 12,3 milhões de euros, antuando então como volante do Tottenham

 

To 10 maiores salários do futebol inglês em 2020

Veja então agora o top 10.

10 – Harry Kane (Tottenham) – Salário: 12,3 milhões de Euros por ano

Harry Kane ostenta o salário anual de 12,000,000 Euros, entretanto o jogador atua como atacante.

 

9 – Marcus Rashford (Manchester United) – Salário: 12,3 milhões de Euros por ano

O salário anual de Marcus Rashford é de 12 milhões de Euros, entretanto o jogador inglês joga na posição de atacante.

 

8 – Mohamed Salah (Liverpool) – Salário: 12,3 milhões de euros por ano

O Jogador  Mohamed salah anualmente recebe um salário de 12 milhões, jogando então na posição de atacaante.

7 – Sergio Agüero (Manchester City) – Salário: 14,1 milhões de euros por ano

O salário anual de Sérgio Aguero é de 15 milhões de euros. Entretanto, o jogador atua na posição de atacante.

 

6 – Anthony Martial (Manchester United) – Salário: 15,3 milhões de euros anuais

O jogador argentino Sergio Aguero ganha um salário anual de 11,440,000 libras, jogando então como atacante.

To 5 maiores salários do futebol inglês em 2018/2019

Veja agora o top 5.

5 – Mesut Özil (Arsenal) – Salário: 16,5 milhões de euros por ano

O salário anual de Mesut Ozil é de 16z5 milhões de euros, jogando então na posição de meio campista..

 

4 – Paul Pogba (Manchester United) – Salário: 17,8 milhões de euros a cada ano

O salário anual do jogador francês Paul Pogba é de 17,8 milhões de euros, jogando então na posição de meio campista.

 

3 – Raheem Sterling (Manchester City) – Salário: 18,5 milhões de euros por ano

O salário anual do jogador Raheem Sterling é de 18,5 milhões de euros, jogando então na posição de atacante.

2 – Kevin De Bruyne (Manchester City) – Salário: 19,7 milhões de euros por ano

O salário anual de Kevin de Bruyne é de 19,7 milhões de euros, jogando então na posição de meio campista.

#1 David de Gea (Manchester United) – Salário:  23 milhões de euros por ano

salários do futebol inglês

 

O salário anual do jogador David De Gea é impressionavelmente de 23,000,000 Euros, jogando então na posição de Guarda-Redes (Goleiro).

Veja também Os 30 melhores salários do futebol francês em 2018/2019
Veja ainda os 20 melhores salários do campeonato italiano em 2018/2019

Referências:
Spotrac
Sportskeeda
Besoccer

Continue Reading

Tendência